7 exercícios simples que vão melhorar a sua performance como ativo

boy-ativoE daí você saiu com o boy e acordou no outro dia como se tivesse sido atropelado por um caminhão? Com dores nas pernas, na coluna lombar e, ainda por cima, exausto?

Se a noite passada cansou mais do que correr uma maratona, é sinal de que você precisa se exercitar mais. Talvez o seu preparo físico não esteja lá essas coisas e um esforço mais intenso, como a relação sexual, acaba exigindo dos seus músculos muito mais do que eles podem dar…

Saiba que nem só de tesão e química vive o sexo. Sexo depende de energia, de boa circulação, de tonificação muscular. E tudo isso pode ser conquistado através de exercícios simples, capazes de fortalecer cada músculo necessário para se tornar um verdadeiro porn star na cama

Aliás, o primeiro passo para melhorar a qualidade da vida sexual é abandonar o sedentarismo. Afinal, uma pessoa com metabolismo mais lento se sente igualmente indisposta para se deslocar ao local de trabalho, a uma padaria, ou para fazer sexo. Não importa que tão excitante seja a programação, o único desejo do sedentário é chegar em casa, tomar um banho, botar o pijamão e dormir.

Se esse é o seu caso, tire hoje mesmo o pó dos tênis esportivos que estão jogados no fundo do armário, vista o seu melhor shortinho e corra para a academia. Ou mesmo se você é um ativo fisicamente ativo e quer aprender como melhorar a performance entre quatro paredes, preste bem atenção nos exercícios que deve incluir na sua rotina semanal:

#1. Ponte

ponteUm exercício super fácil, que pode ser feito em qualquer lugar – seja em casa ou na academia.

Coloque um colchonete ou manta no chão, deite de barriga para cima, com os braços ao longo do corpo. Flexione os joelhos até apoiar completamente as solas do pé no chão. O pescoço deve ficar livre de pressões, relaxe totalmente a musculatura dos ombros e pescoço. Levante o quadril o máximo possível em direção ao teto e permaneça o tempo que conseguir. Na medida do possível, deve-se ficar numa postura bem reta, como uma ponte. Para que o exercício tenha mais efeito, coloque uma anilha ou pesinho sobre o abdômen (comece com um peso mais leve), pois o que importa é a precisão dos movimentos.

Este exercício é ótimo, especialmente se o seu homem gosta de estar por cima, fazendo toda uma linha cowboy. Ele te ajudará a dar uma base estável, a fortalecer o abdômen, fazendo com que o passivo se equilibre com mais facilidade.

#2. Atividades aeróbicas

corridaO treinamento com pesos, apesar de muito útil, não vai ajudar a melhorar sua energia, e sem ela é difícil manter um ritmo constante durante o sexo.

Quer ser mais explosivo e energético na cama? Então, passe a considerar práticas aeróbicas na sua rotina. E saiba que há opções para todos os gostos: exercícios como correr, andar de bicicleta, natação ou apenas andar a um ritmo acelerado, irão manter o coração preparado para todo o tipo de emoções debaixo dos lençóis.

Além de melhorar o fluxo sanguíneo para a região genital, aspecto fundamental para aumentar a excitação sexual, eles também aumentam a capacidade pulmonar e a resistência cardíaca, permitindo que você mantenha suas atividades sexuais com a intensidade que deseja.

#3. Agachamento

agachamentoA força das pernas também é algo importantíssimo. Pensando nisso, a dica é focar nos “lifts”, termo em inglês para agachamentos, e todas as suas variações. Afundo, levantamento terra, levantamentos olímpicos (arranco e arremesso) são alguns exemplos.

O agachamento pode ser feito tanto na barra fixa (ideal para quem tem problemas na coluna como a escoliose) ou na barra solta. Uma dica importante é não permitir que o joelho ultrapasse a ponta do pé e o quadril deve formar um ângulo de 90° com o joelho.

Além de dar força às pernas, o que facilita a execução de algumas posições, você terá uma maior produção de hormônios anabólicos como a Testosterona, e assim aumentará a sua libido (apetite sexual).

#4. Prancha 

pranchaUm clássico em qualquer aula funcional ou academia, a prancha pode fazer maravilhas pela sua resistência.  O exercício tem como foco principal o fortalecimento do abdômen, porém consegue trabalhar vários músculos ao mesmo tempo, sejam eles dos membros superiores ou inferiores.

O corpo deve ficar em decúbito ventral com apoio dos antebraços no solo, formando um ângulo de 90° com o braço e alinhados aos ombros. O apoio dos membros inferiores é feito apenas pelas pontas dos pés.

A prática da prancha fará com que você aguente por muito mais tempo certas posições que exigem suportar o peso do parceiro.

#5. Alongamentos

alongamentoAgora, se o seu problema é falta de flexibilidade, sugiro que comece a alongar mais esse corpitcho.

Evitando lesões durante a atividade sexual, os alongamentos são primordiais, pois melhoram muito a amplitude articular. Os exercícios mais recomendados são os alongamentos para a região da coluna e as pernas, principalmente a região posterior da coxa.

Não esqueça de segurar o membro alongado no mínimo 15 segundos. Se você investir nesses exercícios cerca de 15 minutos por dia, notará logo a melhora. Vale considerar, também, participar de alguma aula específica de alongamentos, ou até mesmo de yoga e pilates.

#6. Flexões fechadas

flexoesElas funcionam como as flexões tradicionais, com a única diferença que concentram a resistência na parte interior do peitoral.  As flexões fechadas são normalmente realizadas com as mãos ligeiramente viradas para dentro e com os dedos indicadores e polegares formando um triângulo. Ao dobrar os cotovelos para abaixar, mantenha os braços juntos ao corpo. A flexão fechada deve ser o mais compacta possível, como o próprio nome diz, ao contrário da aberta.

Os principais grupos musculares envolvidos neste exercício são os músculos peitorais, os da cintura escapular e os tríceps. Além disso, as flexões também incorporam os bíceps, os músculos do abdômen e do dorso na estabilização do equilíbrio corporal.

Vale lembrar que os tríceps são, geralmente, os primeiros músculos afetados quando você está fazendo posições missionárias ou outras que requerem força nos membros inferiores. Quem nunca sentiu os braços tremendo no meio da transa, que atire a primeira pedra. Este exercício vai ajudar muito a acabar com a “tremedeira”.

#7. Contração dos músculos pélvicos

musculo-pelvicoOutra forma de melhorar o desempenho sexual é através do treino dos músculos pélvicos, que são responsáveis pela liberação do esperma. Para isso, você precisa antes conhecer o músculo pubococcígeo (PC), localizado entre o saco escrotal e o ânus.

Ao exercitar o músculo PC, será mais fácil controlar o tempo de latência ejaculatória, afinal, quanto mais forte ele estiver, melhor será o seu domínio sobre ele.

Se você não conseguir identificar esse músculo em seu corpo, basta imaginar que você está urinando e interrompendo o processo. Essa ação utiliza os músculos pélvicos, do mesmo modo que você precisa fazer para evitar a ejaculação precoce.

Para começar os exercícios, é importante manter a barriga e bumbum relaxados. A boa dica é deitar em uma superfície plana, relaxar o pescoço e manter a cabeça no chão e os braços ao lado do corpo, com as pernas flexionadas.

Segure e contraia o seu músculo pélvico por um ou dois segundos por vez, depois solte. Repita isso três vezes por dia, de três a quatro vezes por semana. Respire normalmente durante este exercício e tente evitar segurar a respiração.

Agora, me diga:
Você está a fim de relacionamento sério?

Então, que tal saber mais sobre como arrumar um namorado no menor tempo possível e evitar mais frustrações amorosas? 

Você pode se tornar irresistivelmente atraente para os outros homens, apenas desenvolvendo algumas características e tomando as atitudes certas.

Quer  aprender como?

Te apresento o Namorando em 30 Dias, primeiro programa do mercado brasileiro que ajuda você, homem gay, a conquistar e manter um companheiro de verdade em apenas um mês.

Clique aqui e conheça o Namorando em 30 Dias.