Como arrumar um namorado gay

como-arrumar-namorado-gay

Em tempos de Grindr, Tinder e Happen, já não se pode dizer que está difícil conhecer outro gay. Basta um celular, um rápido cadastro e pronto: você já tem um menu completo de boys, literalmente, ao alcance dos seus dedos.

Localizar um cara gostoso e perto de casa hoje é tarefa simples. Difícil mesmo é conhecer alguém que realmente valha mais que uma conversa no aplicativo seguida de trepada sem compromisso.

Você está cansado da superficialidade do mundo gay? Está cansado de ver um corpo bonito valendo mais do que uma boa companhia?

Cansado de ser apenas um pedaço de carne na telinha do aplicativo e de sair com caras que só querem sexo e nada mais?

Já não aguenta mais conhecer caras que te pedem nudes e depois perguntam: ativo ou passivo?”“aqui ou aí?”​

Eu entendo completamente!

E digo mais: você não está sozinho! Diariamente, recebo emails de inúmeros homens gays com o mesmo problema, com a mesma frustração.

A boa notícia é que alguns conselhos podem, rapidamente, já colocar você no caminho certo para encontrar o cara ideal.

Então, leia com atenção!

Eu quero um namorado!

Entendido.

Mas o que exatamente você procura?

#1. Reflita o que é importante para você

Já dizia vovó: para quem não sabe aonde vai, qualquer caminho serve.

Antes de sair caçando namorado que nem louco, tenha claro quais são as suas reais expectativas.

  • O que você valoriza em uma pessoa?
  • Que qualidades você não dispensa?
  • O que te incomoda muito em um parceiro?
  • Como seria o seu cara ideal?
  • Do que ele precisa gostar de fazer?
  • Que nível social precisa ter para te acompanhar (ou para que você o acompanhe)?
  • Ele deve ser ativo, passivo ou versátil? Isso realmente faz diferença para você?

Comece a se fazer esses questionamentos. Eles vão te ajudar a entender o que é importante para você em um relacionamento a dois e como deve esse seu “the one”.

Aliás, recomendo fortemente que você faça este [teste rápido de 7 perguntas] sobre o que você espera de um namorado. Diga as características que o cara ideal deve ter e receba uma análise do seu perfil.

E prepare-se: isso será quase uma sessão choque de realidade. É impressionante!

#2. Fuja dos enrustidos

Investir em um boy enrustido é procurar sarna para se coçar. Isso porque, se você fisgá-lo depois de muito esforço, viverá uma farsa constante.

Sua relação será baseada em andar de mãos soltas, ser apresentado como “amigo” e receber qualquer manifestação de carinho apenas em casa –  e com as janelas bem fechadas.

Certo ou errado, para os relacionamentos fluírem bem é necessário que as duas pessoas sejam bem resolvidas. Um enrustido nunca estará preparado para se entregar por completo a alguém.

Pense nisso!

Esteja também atento que desinteresse por namorar pode significar insegurança para assumir de forma plena a sexualidade.

#3. Não tenha medo da rejeição

Vamos deixar uma coisa clara: ao menos que você seja um Rodrigo Santoro ou Cauã Reimond, será rejeitado algum dia. Entenda que isso é normal, faz parte do jogo.

Ninguém consegue agradar a todos: alguns boys preferem os loiros, outros os morenos. Uns gostam dos mais magrinhos, outros dos mais fortinhos. Uns dos mais altos, outros dos mais baixos. O boy pode também ter namorado. Por isso, nunca leve um não para o lado pessoal.

Não importa o quão bom você seja, nunca vai passar pela vida sem experimentar uma rejeição. Na verdade, uma não. Isso vai acontecer mais de uma vez. Umas mais doloridas, outras menos, mas todas contribuindo para o seu aprendizado. Por isso, faça de uma experiência ruim a oportunidade para aprimorar suas técnicas de abordagem.

No fim das contas, é como eu sempre falo para os meus amigos: tudo é bagagem!

E não fique triste se o seu bagageiro já estiver cheio, se precisar comprar uma pickup para carregar tanta mala. De certa forma, tudo lhe será útil em algum momento. Acredite.

#4. Procure alguém com objetivos similares

Vocês não precisam concordar em tudo – até porque isso seria missão quase impossível. Ele pode continuar comendo carne, e você seguir na vibe vegetariana. Vocês podem torcer para times de futebol diferentes, ele pode ser PT e você PSDB. Podem até ter estilos musicais bem opostos, não tem problema.

Mas, uma coisa é certa: os dois devem ter objetivos de vida semelhantes, se não os mesmos.

Por exemplo, se ele sonha em adotar um lindo casal de crianças asiáticas e você simplesmente não se imagina sendo pai, temos um problema grande aí. Ou se ele planeja morar fora do país, mas você não tem a menor vontade, porque não consegue viver longe da sua família, temos um problema ainda maior.

Percebe aonde eu quero chegar? Uma relação sem objetivos similares é uma relação sem futuro.  Simples assim.

#5. Entenda que sexo não é tudo

Um dos grandes erros dos homens gays é achar que, se o sexo é bom, com o tempo o resto se acerta e a vida a dois passará a ser perfeita. Não é assim que as coisas funcionam. Sexo é importante sim, não há dúvidas, mas não é tudo em uma relação.

Estar com um parceiro jovem, malhado, gostoso, pode até fazer bem para a autoestima. Mas, no final do dia, o que importa mesmo é o companheirismo.

Para existir intimidade e empatia, é preciso conversa, parceria, conhecimento um do outro, admiração e encantamento.  E esses são sentimentos que nem o melhor frango assado pode trazer.

Aproveite para ler:
[Por que ser ativo ou passivo não importa na hora de buscar um namorado]

#6. Seja sincero com ele e, principalmente, consigo mesmo

Se o seu objetivo é ter uma relação mais séria, deixe isso claro desde o início.

Atenção, não estou dizendo para você pedir o boy em namoro já no primeiro encontro, nem para considerá-lo namorado depois de 2 horas de conversa. Não é isso. Mas sim para que se valorize e não aceite ser tratado como apenas mais um.

Por exemplo: digamos que você está saindo com um cara, tudo vai muito bem, porém ele só te procura em dias aleatórios. No final de semana sempre tem uma desculpa esfarrapada para declinar qualquer convite seu.

Ok, vocês não estão em um relacionamento, ele não está agindo mal, já que não te deve nada, certo?

Certo, mas o caso é que isso simplesmente não serve para você.

Seja sincero com o outro e consigo mesmo sobre o que você procura e espera de uma relação, caso contrário só será uma perda de tempo para os dois.

#7. Seja você

Ninguém é perfeito e você não é diferente. O segredo está em como você lida com seus problemas. Não permita que suas falhas lhe incomodem continuamente. Ninguém quer se relacionar com alguém evidentemente problemático, não é?

Por isso, concentre-se em suas características positivas. Dê valor e enalteça aquilo que você tem de melhor.

Todos nós temos pontos fortes. Se os boys piram no seu sorriso, use-o deliberadamente para fazer com que ele se aproxime. Se você é conhecido por piadas inteligentes, mostre o seu bom humor.

Apresente quem você é com conversas que envolvam assuntos como preferências culturais, musicais, suas avaliações de fatos cotidianos.

E seja o namorado que você espera ter…

É isso mesmo! Antes de ir atrás do homem dos sonhos, seja um homem dos sonhos.

Faça uma autoanálise:

  • O que você tem de melhor?
  • Quais são suas qualidades?
  • Qual o seu lado mais chato?
  • E quais são seus piores defeitos?

Esclarecer essas respostas é fundamental para se tornar um homem melhor e mais interessante.

Já diria o Mario Quintana:

O segredo é não correr atrás das borboletas… É cuidar do jardim para que elas venham até você.

>> Recomendo que leia também <<
[O que está faltando para você ter sucesso no amor?]

Tá difícil encontrar alguém a fim de relacionamento sério?

Então, eu tenho uma boa dica para você!

Que tal agora saber mais sobre como arrumar um namorado no menor tempo possível e evitar mais frustrações amorosas? 

Você pode se tornar irresistivelmente atraente para os outros homens, apenas desenvolvendo algumas características e tomando as atitudes certas.

Quer  aprender como?

Te apresento o Namorando em 30 Dias, primeiro programa do mercado brasileiro que ajuda você, homem gay, a conquistar e manter um companheiro de verdade em apenas um mês.

Clique aqui e conheça o Namorando em 30 Dias.