A estratégia dos 3 segundos

Zwei lachende schwule TeenagerE daí você avistou aquele boy lindo na buatchy, mas não sabe como iniciar uma conversa. Fica olhando na esperança que ele venha até você, só que nada acontece. O tempo passa e a vontade de conhecê-lo vai aumentando. Contudo, você não consegue combater a ansiedade e a insegurança.

Como proceder?

A melhor forma de lidar com o problema é abordar o boy tão logo você o avistar. Quanto mais tempo você demora, mais nervoso e inseguro fica.

1…2…3

Por isso, adote a estratégia dos 3 segundos: achou alguém interessante? Conte até 3 e fale com ele! Não fique olhando com cara de tarado e esperando ele ficar sozinho. Não perca tempo esperando que ele tome a inciativa. Aja! Os bofes, inclusive, valorizam essa atitude de coragem e determinação.

Ahh e uma dica não menos importante: nada de consumir bebidas alcoólicas para ficar desinibido. Um pouco é até bom, quebra o gelo, te deixa extrovertido. Mas, quando em exagero, a bebida faz com que você não consiga ter uma conversa decente, colocando tudo a perder. Ficar bêbado é um erro infantil que você não pode ser dar ao luxo de cometer.

Diga alguma coisa

No momento inicial, não tente encontrar a frase do approach perfeito. Ela simplesmente não existe. Haja naturalmente, sem hesitar. Vá até o boy inicie uma conversa, nem que seja com um “oi”. Aos poucos, o assunto vai surgindo. Não há nada pior do que cantadas pensadas.

Muitas vezes, a química entre duas pessoas só aflora depois que uma ouve a voz da outra. Se você for muito tímido, sente-se perto de seu alvo e suspire de leve. É provável que ouça algum comentário como: “Cansado?”. Com isso, a conversa vai rolar.

Você também pode fazer um comentário, uma pergunta ou um elogio – as três coisas funcionam para começo de conversa. Um elogio sobre um acessório ou sorriso do outro costuma ser tiro e queda.

Após certo tempo conseguindo superar pequenas barreiras, você começará a se sentir mais confiante consigo mesmo. Se ontem abordou um boy desconhecido, hoje, quando cruzar com alguém interessante, pensará: “fiz isso ontem, também posso fazer hoje”.

O segredo está na prática. Depois de repetir as investidas muitas vezes, mesmo que sem sucesso, estará se sentindo muito mais confortável para abordar qualquer boy.

Procurando namorado?

Então, que tal agora saber mais sobre como arrumar um namorado no menor tempo possível e evitar mais frustrações amorosas? 

Chegou a hora de conhecer a sua outra metade gay da laranja! Você pode se tornar irresistivelmente atraente para as os boys, desenvolvendo suas características e tomando as atitudes certas.

Quer  aprender como?

Te apresento o Namorado Gay em 30 Dias, primeiro programa do mercado brasileiro que ajuda você, homem gay, a conquistar e manter um companheiro de verdade em apenas um mês.

Clique aqui e conheça o Namorado Gay em 30 Dias.

Estão bombando também...

  • Wesley

    Semprr que saiu do trabalho dou de cara com um BOY que não consigo tirar da cabeça sento quase sempre ao lado dele, muitas delas ele encontra em mim (braço ou a perna) e não se incomoda, já trocamos muitos olhares mais isso não mim ajudou pq sou tímido e inseguro.. O que faço pra fisgar esse BOYQUE NÃO SAI DA MINHA CABEÇA? Por favor mim ajudem, preciso de um conselho.

  • Se demorar muito as chances de outro tomar seu lugar aumentam!

  • Paulo Victor

    Vei hoje eu tô meio chateado. Voltando da faculdade dentro do ônibus tinha um carinha, 16/17 anos (tenho 19), e ele volta e meia me olhava até que eu percebi o interesse e reparei nele, e me interessei também. Mas eu fico muito sem jeito de abordar um cara dentro do ônibus (só fiz isso duas vezes e mesmo assim foi só pra sexo hehehe) quando estou afim de ficar (entenda como dar uns beijos e sair com o cara) com ele. Então basicamente a viajem inteira a gente trocou olhares e eu acabei descendo no mesmo ponto de ônibus que ele pra poder conversar com ele. Ñ deveria ter feito isso heheheh. Quando ele percebeu que eu tava indo pro mesmo lado ele inicialmente diminuiu o passo é ficava olhando pra trás, mas eu m cheguei perto dele rápido (se eu soubesse disso dos 3 segundos antes :/ ) aí do nada ele começou a andar mais rápido e dar umas corridinhas. O caminho dele era o mesmo que eu meu pela maior parte, mas acabei deixando pra lá e preferi ir pra casa mesmo. Parece que ele ficou com medo depois por eu ñ ter chegado logo nele, o que é até sensato da parte dele afinal nunca se sabe quando alguém finge estar afim pra te bater depois ou quando alguém realmente está afim.

    Enfim, se tivesse abordado ele logo agora estaria conversando com ele provavelmente ou até mesmo teria ficado com ele.

    Ñ esperem muito pessoas, se ñ pode acabar acontecendo o mesmo com vocês :/