Eu tenho 66 anos, ele tem 22. Será que vai dar certo?

eu-66-ele22

Meu namorado, que é um fofo, tem 22 anos. E eu tenho 66 anos.

Ele não gosta, ele ADORA homens mais velhos, bem mais velhos, assim mesmo, como eu. E a gente se dá muito bem.

Já fui casado, tenho um casal de filhos: filha com 31 anos e filho com 34, já sou avô (um netinho de um aninho). Convivo bem com todos.

Meu “bofe” é do interior do estado, mas mora aqui na capital com mais dois irmãos, vieram para estudar na universidade. Os irmãos, os quais já conheço, sabem da condição dele e que ele namora comigo.

Minha mãe mora comigo, ele fica comigo às quartas-feiras e passa os fins de semana conosco, numa boa.

O problema (não sei se é problema) mas acho que seria melhor que os pais dele soubessem. Isso deixaria ele mais tranquilo e abriria mais possibilidades pra nós dois.

Ele contou para os irmãos mas tem receio de contar para os pais. Não pelo fato de ser gay, mas pelo fato de eu ser bem mais velho. O pai dele é muito machista e ele tem lembranças do pai se referindo aos gays sempre em tom de gozação, deboche e preconceito.

Enquanto isso, a gente vai curtindo a nossa relação que cada vez se fortalece mais. Nos conhecemos, pelo app Scruff faz um ano e dois meses e até onde vemos está tudo bem.

Meu filhos sempre conviveram bem com os namorados que tive até o momento (desde que me separei foram quatro) o atual é o quinto.

Sempre tentei ficar com caras não tão jovens, mas sempre fui atraído por aqueles que tinham até 25 anos…

O meu atual tem 12 anos a menos que meu filho, mas me encantou desde o começo. É um cara educado e respeitador. E o que mais me atraiu: inteligente, bom papo e muito coerente. Com essas qualidades ele conquistou todo mundo aqui em casa e sentimos falta quando ele não está.

Quer mais? Ele é gostoso, romântico e carinhoso. Sem chance de eu não querer. Eu quero e muito.

Quanto a mim, se você perguntar, apesar dos meus 66 anos, ainda não sinto os efeitos (sexuais) da idade. Às vezes até dá pra fazer sexo todos os dias. Mesmo assim, quando não dá, ele entende de boa.

Não sou dessas pessoas que gostam de variar parceiros, gosto de relacionamento duradouro, de curtir os momentos, inventar coisas.

Como já disse tive quatro relacionamentos antes do atual que duraram dois anos, cinco anos, oito anos e sete anos. Desde o primeiro, achei que seria pra sempre, mas não foram.

Como não poderia ser diferente, continuo pensando que o atual vai ser para sempre. Será que vai?

Se não for, tem problema não. Já desenvolvi o antídoto. O que tiver que ser, será.

Fazer o que, a vida é feita de emoções e sempre tive por princípio não deixar escorrer as oportunidades que tive de ser e de fazer alguém feliz.

Quer ir à praia, ir a um bar tomar uns drinques e jogar conversa fora, ir na balada e curtir a noite, botar o pé na estrada, viajar, conhecer lugares e pessoas? Me convide, estou sempre disposto.

Até que a morte nos separe.

Pronto, falei, confessei!

Este leitor desabaphou. Agora é a sua vez de participar da discussão abaixo deste post e deixar a sua opinião.

Também quero desabaphar!

Também tem algo para confessar? Então, tire agora mesmo esse peso das suas costas!

Mande o seu problema, seu medo ou história inusitada para gente de maneira 100% anônima.

Basta acessar o link:
[EU QUERO DESABAPHAR]

Estão bombando também...

  • Iranardo da Silva

    Lindo.

  • Rodolfo Guilherme Zanin

    Olha, não acredito na saúde do relacionamento de um casal com essa diferença de idade, ele provavelmente está projetando em você a figura paterna pq até então o pai de verdade é de qualidade questionável. O questionamento é se vc realmente ama ele ou se está o objetivo candidato, usando-o para se munir de juventude por conta da não aceitação da idade que tem, tentando reafirmar sua autoestima em cheque por conta da idade. Vale a pena uma terapia, ademais se estão felizes, independente dos motivos subconscientes, ninguém pode se intrometer.

    • Ricardo Rocha Aguieiras

      Você tem que definir cagação de regras nos SEUS relacionamentos, NUNCA NO DOS OUTROS! Quem é você para ficar falando em “saúde do relacionamento” do outro? Quanta imposição de bobagens pseudo psicanalíticas! viva e deixe viver, psicanálise não tem respostas para tudo e muita coisa não precisa que o outro fique dando receitas, dar receitas nunca foi “opinião”!

      • Rodolfo Guilherme Zanin

        Um canal de comunicação público eu posso dizer o que eu bem entendo. Se você não gostou, pois provavelmente se sentiu diretamente mencionado pela minha opinião, não é problema meu! Melhor ir buscar um parceiro de sua idade e deixar os mais novos em paz! Aceita que o tempo passou e que vc não é mais um jovem amante, e pela sua foto não é mais jovem MESMO! Pra mim relacionamentos entre pessoas com diferenças tão grandes de idade é problemática sim!

        • Ricardo Rocha Aguieiras

          Claro que você diz o que quer. E eu também! Pouco interessa o que você acha SOBRE OS OUTROS , em seu vulgar moralismo e cagação de regras, problema seu. Mas que você não tem o direito de impor suas mediocridades, preconceitos graves e idosofobia pra cima dos outros, na sua doença preconceituosa, isso não tem mesmo e nunca terá! E, independente de você, o amor continuará existindo, sempre e soberano, se impondo acima e muito além de suas regrinhas desprovidas de argumentação.

          • Rodolfo Guilherme Zanin

            Se vc chama ser contra pessoas velhas se aproveitarem de caras mais novos como idosofobia então ok… Só não entendo o por que querem tanto que os jovens os aceitem para relacionamentos e ao mesmo tempo não se relacionam entre si!?

          • Ricardo Rocha Aguieiras

            Você nem sabe o que fala! É muito mais comum pessoas mais jovens se aproveitarem de pessoas mais velhas, sejam héteros ou gays. Só que o que você não entende, no seu festival de preconceitos, até usa a minha idade – que nada tem a ver com o meu pensar e meu caráter! , caráter é outra coisa que não tem idade – é que AMOR está acima e além disso, muito. Tem amor entre jovens, entre idosos, entre idoso com jovem, e vice-versa. E, gente sem noção e caráter podem ocorrer em todos os espaços e lugares, idades.

          • Rodolfo Guilherme Zanin

            Makes sense!

      • Iranardo da Silva

        Adorei a sua resposta. Quando é uma “Mariazinha”, quase uma “Dindinha”, (este é o nome genérico para a mulher ou menina/moça, que alguns dão, inclusive eu, em oposição a Zé, ou Zezinho, ou “Dindinho” – invenção minha para designar menino em oposição a Zezinho – homem em geral e orgãos genitais incluídos), com um Zezinho ou homem mais velho, aí ninguém fala porcaria nenhuma e em muitos casos dão até um empurrãozinho ou força, mesmo sabendo que relacionamentos héteros com diferença de idade também cheira a interesse. Ricardo, não dê importância ao comentário dele.

        • RICARDO ROCHA AGUIEIRAS

          Obrigado, amigo! Infelizmente, tem pessoas que, apesar de sofrerem preconceitos, parecem não aprender com eles, nada , nada… e, então, alimentam outros. Um abraço!

  • Ricky Benner

    eu tenho 39 e meu namorado tem 18 .. estamos ,orando juntos a um ano e 3 meses .. e estamos numa relação perfeita .