7 passos para enlouquecer um boy com beijo grego

7 passos para enlouquecer um boy com beijo grego

Primeiro, vamos começar com um pouco de história – porque além de deus do sexo, você também é um cara culto. O beijo grego, também conhecido como anilingus ou cunete, surgiu na Grécia antiga, numa época em que o sexo entre homens era visto como motivo de orgulho. Dotados de grande força e poder, os homens eram como semi-deuses, enquanto as mulheres serviam apenas para parir seus descendentes. Por isso, ter relações sexuais com outro homem significava muita honra, principalmente se o macho fosse um mestre Continue lendo

Primeira vez como passivo: saiba como se preparar

Primeira vez como passivo: saiba como se preparar

Tenho recebido muitos e-mails com o mesmo problema: “Sou gay e quero muito dar, mas tenho medo”. Vocês, leitores, pediram e aqui está um artigo feito especialmente para quem liberar o brioco pela primeira vez. Vamos lá, a iniciação sexual, seja qual for a modalidade, é uma fase complicada para qualquer pessoa. Envolve uma boa dose de insegurança, ansiedade e inexperiência. Quando se trata de uma relação gay, então, esses sentimentos podem ser ainda maiores. Isso porque outros fatores se somam para aumentar a pressão, Continue lendo

O triste talvez da paquera gay que fica só no olhar

O triste talvez da paquera gay que fica só no olhar

Paquerar, flertar, azarar, ou seja lá que nome você dê para isso, é bom e todo mundo gosta. Ao trocar olhares com alguém, você experimenta a deliciosa sensação de desejar e ser desejado. E não há nada melhor do que olhares cruzados confirmando o interesse correspondido, não é verdade? A parte ruim é que às vezes – ou melhor, na maioria das vezes –  esses instintos ficam só na vontade.  O boy passa por você na rua, vocês se olham, surge o interesse recíproco, mas Continue lendo

[DEPOIMENTO] Do armário para um relacionamento feliz

[DEPOIMENTO] Do armário para um relacionamento feliz

Sair do armário: talvez o passo mais difícil de ser dado, mas também o mais necessário. Afinal, como encontrar um parceiro sem antes se encontrar e aceitar a si próprio? Conversei com o João, do blog Reflexões de um Gay, para saber como foi a história dele. Vejam no depoimento: Não pensava em me assumir até a faculdade. Meus relacionamentos, até então, foram completamente na surdina. Sorte que meus pais nunca foram muito exigentes nas informações que dava sobre as saídas, confiavam em minha educação e Continue lendo

5 passos para abordar um gay

5 passos para abordar um gay

Você faz a linha retraído, olha os boys só de longe e deixa passar a oportunidade de um approach de sucesso? Quer muito conhecer os gostosos da balada, mas sua frio só de pensar em uma aproximação? Deu de inventar desculpas para consolar a sua falta de habilidade na hora de puxar papo com homens que te interessam! Vou compartilhar com você 5 passos que, sem dúvida, serão muito úteis em suas futuras abordagens. Então leia tudo com atenção, gata! #1. Se é pra chegar, chegue Continue lendo

Todo homofóbico é gay enrustido?

Todo homofóbico é gay enrustido?

E daí você fica pensando toda vez que encontra aquele namorado homofóbico da sua amiga, bem do tipo que adora falar mal de “viado”: “por que ele se incomoda tanto com a minha presença?”. Funciona mais ou menos assim: quanto mais ele é forçado a aceitar você como igual, mais ele te odeia e sente raiva. Mas por que diabos ele preferiria que você fosse diferente? Será porque ele não quer se reconhecer como igual a você? O gay que defendia a cura gay A notícia divulgada há Continue lendo

7 atitudes que vão fazer ele pensar em compromisso já no primeiro encontro

7 atitudes que vão fazer ele pensar em compromisso já no primeiro encontro

E então você tem o nome dele, o telefone, algumas horas de conversa jogadas fora no whatsapp, algumas mensagens trocadas pelo facebook e, pronto: um encontro à vista. Você – obviamente – está animado com a ideia de sair com o boy, mas também nervoso. Que o primeiro encontro é sempre um misto de excitação e nervosismo, isso não há dúvidas. O problema é que, quando alguém se bota muita pressão em ter uma noite(ou dia) incríveis sem saber como fazer isso, acaba correndo o risco Continue lendo

Passei o cheque. E agora?

Passei o cheque. E agora?

Você está no vuco vuco com o boy, ele te cavalgando e você delirando de tanto prazer. Eis que, no meio do entra e sai, surge um cheirinho desagradável no ar. Na mesma hora, você sente algo molhado descendo e se dá conta de que passou o cheque. O que fazer nessa situação? Não se preocupe, acidentes acontecem – por mais que façamos de tudo para evitá-los. A triste verdade é que, em relacionamentos mais íntimos, cedo ou tarde você vai receber ou passar o Continue lendo