Sexo oral: como mandar bem no boquete

Você provavelmente nunca ouviu falar, mas Boquete é o nome de uma cidade fofa que fica na província de Chiriquí, perto da Cidade do Panamá e da fronteira com a Costa Rica. Interessante, não?

Calma! Não se preocupe, você chegou na página certa. Ninguém vai falar sobre dicas de viagem na América Central… Aqui o nosso roteiro é outro, e muito mais picante.

Vamos direto para aquela que está na lista das preliminares prediletas de qualquer homem: o sexo oral.

Agora, se você está se perguntando como o nome de um vilarejo tranquilo e inocente ganhou esse significado tão ousado no Brasil, eu respondo: honestamente, não sei! Mas isso não importa.

Há quem diga que fazer boquete é que nem andar de bicicleta: todo mundo já nasce sabendo. Nós discordamos completamente. Pode até ser verdade para dar aquela chupada mais ou menos. Agora, quando o negócio é marcar presença, há táticas mais prazerosas de fazer tudo acontecer.

Assim como existem vários tamanhos e formatos de pênis, tem também uma predileção de cada homem. É verdade que ainda não inventaram uma fórmula única e ideal para o sexo oral e o diálogo com o parceiro segue sendo a melhor forma de se saber do que ele realmente gosta.

No entanto, algumas dicas matadoras dos leitores da nossa comunidade vão te ajudar a enlouquecer qualquer boy.

Curioso? Então, leia com atenção:

#1. Não tenha pressa

Na hora de iniciar o boquetão, nada de atacar a neca do boy como uma esfomeada chegando no buffet livre. Comece beijando os mamilos, a barriga e passeie pelas coxas. Assim o bonitão cria aquela expectativa e fica ainda mais excitado.

Mesmo depois de cair de boca, não se apresse: deguste aquela rola como se fosse o seu picolé preferido.

E maneire no ritmo frenético! O boy não vai fugir da sua cama, pode ir com calma.

#2. Varie os movimentos

Depois, varie em movimentos, velocidade, lambidas e sucções.

A arte do sexo oral exige uma vontade real de agradar o parceiro. Alterne a velocidade da sucção, se detenha por um tempo na cabeça do pênis, use a língua para percorrer todo o membro, acaricie seu corpo. Vale tudo para deixar a brincadeira mais divertida.

Por falar em movimento de sugar, saiba que esse é bem estimulante para o homem durante o sexo oral. Mas, pelo amor da santa rola, nada de fazer a linha aspirador de pó!

Sugue levemente e solte. Essa pressão estimula ainda mais.

#3. Seja delicado e molhado

Da mesma forma que acontece no sexo oral feminino, o masculino depende de uma lubrificação mínima. Sem lubrificação adequada, o prazer pode ir embora, dando lugar a uma sensação de dor e incomodo. Ninguém acha legal colocar o bilau num saco de areia!

Tem que ser delicado, tem que fazer um chamego de leve.

Por isso, tire sempre proveito da saliva. Isso vai fazê-lo pirar! Os boys curtem – muito – a sensação molhadinha da boca e o quentinho da saliva.

E, acredite, eles também curtem ter essa experiência visualmente. Faça o teste para comprovar tirando um pouco a boca do pênis e deixando um fiozinho de saliva ligando a sua língua a ele. É sucesso garantido!

Atenção: cuidado, muito cuidado com os dentes – eles podem machucar e broxar o homem completamente. Uma dica é envolver os dentes da frente com o lábio durante a movimentação. Isso vai te garantir habilidade sem causar incômodo a ele.

#4. Dê uma atenção especial à cabeça da piroca dele

A glande, mais conhecida como o cabeção safado, é a parte mais sensível do órgão genital masculino. Geralmente, essa é a parte que eles sentem mais prazer!

É lá que ele vai sentir mais a sua língua, seus carinhos e tudo mais que passar pela região. Por isso, vale a pena perder um tempo ali.

Puxe a pele e passe a língua, os lábios. Faça movimentos circulares e sugue.

#5. Expanda as zonas de prazer

Sabe aquela área entre as bolas e o ânus? Então, é ali pertinho que fica a próstata, o ponto G masculino. Mesmo que o boy jure que é 100% ativo, estímulos nessa área farão ele dar um duplo twist carpado.

Dica: Enquanto está com a piroca na boca, massageie de leve essa área com movimentos circulares.

Lembre-se: o saco / testículos também são uma zona erógena bem estimulante, com milhares de terminações nervosas.

Por isso, desça até as bolas. Não tenha medo nem nojo, gato! Se é para fazer, faça bem feito e ganhe de vez a sua fama de boqueteira do bairro. Chupando as bolas você fará o boy de-li-rar de prazer.

Agora se você curte que chupem o seu saco, não se esqueça da boa depilação. Ninguém gosta de se engasgar com pelos, sempre bom avisar.

#6. Explore todos os sentidos

Não se esqueça, também, de que, além da boca, você tem duas mãos. É extremamente excitante dar prazer oral enquanto se masturba, sabia? Além do mais, o seu parceiro ficará bastante satisfeito vendo você demonstrar excitação. Para isso uns gemidos sinceros são verdadeiramente mágicos.

Falando em gemidos, aproveite para utilizar todo o seu vocabulário sujo e diga o quanto você sente prazer quando toma a mamadeira dele. Não tenha medo de parecer um depravado, inspiração auditiva sempre faz parte do pacote.

Outra coisa bem importante: olhe nos olhos. Os boys adoram ter o parceiro olhando fixo nos seus olhos com aquela cara de safado enquanto são chupados.

Tem vergonha? Ué, vergonha de chupar pau a senhora não tem, né? Lembre-se: sexo oral é uma arte e você está apenas ousando, como todo bom artista.

#7. Dica de parceiro: pare e acelere

Agora, se você quer fazer o boy ir às nuvens, aqui uma dica de parceiro: quando você sentir que o boy está próximo de gozar, diminua o ritmo e acelere novamente.

Faça esse joguinho de para e continua. Quanto mais você atrasar o orgasmo, mais louco ele ficará.

Experimente!

Gran finale: cuspir ou engolir?

Depois disso, chegará o momento que é o dilema de todo bom boqueteiro: cuspir ou engolir?

Claro, essa é uma decisão que só cabe a quem está de boca cheia.

Caso você esteja analisando a possibilidade, sugiro que leia também este artigo:
[7 segredos para engolir esperma sem nojo]

Compartilhe conhecimento

Você tem alguma técnica secreta que faz o seu boy pirar?

Conte para gente nos comentários abaixo deste post 🙂

  • Saulloh Falcon

    Transar, sem sexo oral, eh como ir ao parque e não andar na roda gigante, ou comer pipoca, não tem graça!!! Aquela bocada é o ponto alto dá situação! Ver o boy gemendo enquanto você faz o trabalho, não tem preço, e sentir o boy cair de boca? Também não tem!! Um salve daqueles pra quem inventou o 69!👏👏👏
    E na hora de gozar? Bem, uma dica boa, e perguntar onde quer que goze, uma pergunta super informativa com um “Que” de safadeza, já dá pra ir esquentando, ou sugerir caso esteja chupando, que não se importa em engolir dizendo outra frase daquelas tipo, “dá leitinho” hehe também pode simplesmente abrir a boca a certa distância, e deixar o líquido escorrer sozinho pra fora como os atores fazem nos filmes, oxe, ha tantas maneiras de não ser deselegante! Mas pra mim, um bom boquete as vezes vale mais que duas trepadas! De uma forma ou de outra! Dando ou recebendo! Mas eu voto por um mundo com mais 69!💋🍌?😍😍😍😍😍😍

  • Jose silas bocato

    Maioria das vezes que eu chupo pênis, engulo a porra.